12 novembro 2009

Preparação para Prova Brasil reune Diretores no NIED

No dia 06 pp. aconteceu, no Hotel Sagres, a formação dos professores que irão participar da aplicação das provas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica - SAEB 2009 (Avaliação Nacional de Educação Básica-ANEB e Avaliação Nacional de Rendimento Escolar-Prova Brasil). Na ocasião esses aplicadores receberam o Manual dos Aplicadores, que contém todas as informações necessárias ao bom andamento da ação no estado do Pará.

Essa formação envolveu professores da SEMEC e da SEDUC, selecionados para serem os aplicadores, e contou com a presença das professoras Simone Palheta, responsável estadual pela aplicação do SAEB e Edilma Corrêa, multiplicadora responsável pela aplicação da avaliação em 53 escolas da Rede Municipal de Ensino-RME.

Como parte do trabalho de logística e preparação para a Prova Brasil, a SEMEC promoveu na manhã desta quinta-feira, 12 de novembro, uma reunião com os diretores de escolas da RME no auditório do NIED, que contou com a presença das professoras Edilma Corrêa e Odozina Braga, Coordenadora de Educação da SEMEC.

A professora Odinéa Lopes, da equipe do NIED e coordenadora do projeto ALFAMAT, apresentou um resumo das orientações repassadas no Hotel Sagres, para os cerca de 70 diretores presentes.

Os diretores ficaram sabendo que as provas terão dois blocos de 11 questões cada um, por disciplina, totalizando 22 questões de Português e 22 de Matamática, e os alunos terão exatos 25 minutos para resolução de cada bloco, e 10 minutos ao final de cada bloco para preencher o cartão resposta.

Alguns presentes argumentaram que esse rigor poderá trazer limitações para os alunos. Segundo eles, os alunos não estão preparados para um processo tão rígido e diversificado.

Odinéa LOpes também fez uma breve apresentação dos resultados gerais do ALFAMAT, obtidos nas três aplicações efetivadas pelo NIED nos meses de abril, junho e outubro, atestando que os resultados obtidos pelos alunos da rede melhoraram, em média, mais de 20% em Português e Matemática.

Segundo a professora Isabela Pessôa, coordenadora do NIED, "o ALFAMAT tornou-se o sistema municipal de avaliações de desempenho dos alunos da RME."

Ao final, cada gestor recebeu um ofício e a agenda preparada pelo NIED,  referente a aplicação da Prova Brasil,  contendo a data, turno, turma e nome do professor aplicador designado para em sua escola.

Texto: Franz Pereira

2 comentários:

Cibele disse...

Ainda não vivi a experiência de ministrar aulas a alunos que seriam avaliados por meio da prova Brasil. Ainda não conheço profundamente este sistema de avaliação, mas confesso que existe uma preocupação referente a concepção existente neste modelo de aplicação dos testes.
Os testes e o modo como são aplicados são compatíveis com a concepção de avaliação existente na rede municipal de ensino?

Cibele disse...

Ainda, conheço pouco o sistema de avaliação da Prova Brasil, mas já estou preocupada com a forma de aplicação dos testes. Será que ele é compatível com a concepção de avaliação existente na rede municipal de ensino?